quarta-feira, 19 de setembro de 2012

A castanha caiu no chão



A castanha caiu no chão
Deu um trambolhão
E, devagarinho, cheia de frio
Foi ter ao rio
Saiu-lhe o casaco
Por um buraco que era de picos.