terça-feira, 30 de setembro de 2014

O Ouriço Carrapiço

"Era uma vez um ouriço que se chamava Carrapiço e que não gostava do seu penteado.

Sempre que passava à beira do charco e se via ao espelho na água do charco suspirava:
- Ai! Ai! Estes picos são a vergonha do meu fochinho. Quem me vir pensa que eu não me penteio ou então que vi bicho -homem e que fiquei assustado.
A Poupa que é muito bonita e tem um tufo de penas no alto da cabeça, ouviu-o e disse-lhe:
- Porque não faz uma permanente, vizinho ouriço.
Então o Ouriço Carrapiço foi a casa do Mestre Ondinhas que penteava todas as beldades da mata.
Chegou lá e disse:
- Faça-me uma permanente, Senhor cabeleireiro, por favor.
- Sim , senhor, mas quer a quente ou a frio?
- Qualquer coisa, quero é que fique com muitos caracóis.
Mas o cabeleireiro por mais que se esforçasse não conseguiu enrolar os picos do Ouriço.
O Ouriço Carrapiço saiu muito triste, quase a chorar. Depois viu o carneiro a pastar e suspirou outra vez:
- Ai! Ai! Quem me dera ter caracóis.
Mas a Pega ouviu o suspiro do Ouriço e como é um pássaro muito linguareiro começou logo a contar a todos os animais da mata.
- O Ouriço Carrapiço quer caracóis!
A raposa que é muito espertalhona e tem jeito para o negócio, arranjou logo um cesto de caracóis e foi a casa do Ouriço.
Claro que o Ouriço comprou-lhe os caracóis todos e ... agora anda muito feliz quando olha para a água do charco e vê a sua sombra já não suspira porque como enfiou um caracol em cada pico está todo encaracolado.
Mas quando chegar a Primavera e os caracóis puserem os pauzinhos ao sol o Ouriço Carrapiço vai ter uma grande surpresa."

* História partilhada nu grupo MUNDO ENCANTADO NA CRECHE.